10/08/11

POEMA DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma
tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta,
pobre ou terrível, que lhe deres:
Trouxeste a chave?

Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)

1 comentário:

joe disse...

Pela primeira vez na vida estou vislumbrando poesia!